+ - =
Biblioteca Oliveira Júnior

Novela Gráfica da Levoir

Neste início de ano letivo, a biblioteca recomenda...

Biblioteca Digital

12
Julho
2014

Bibliotec@as & Liter@ci@s - Formar para o século XXI

Encontro Interconcelhio de Bibliotecas Escolares de Entre Douro e Vouga

O encontro anual Interconcelhio de Bibliotecas Escolares de Entre Douro e Vouga (EDV) realizou-se em S. joão da Madeira, numa organização conjunta da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), autarquia e Biblioteca Municipal, envolvendo agrupamentos de escolas e professores bibliotecários sãojoanenses, coordenada por Elisabete Carvalho, para debater a importância da literacia da leitura na formação de jovens mais proficientes para enfrentar os desafios do mundo de hoje.

Participaram neste encontro, responsáveis pelas bibliotecas e direções escolares, bibliotecas municipais dos municípios de Arouca, Vale de Cambra, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira e Espinho, entre outros elementos  da comunidade educativa.

Na sessão de abertura, Ricardo Figueiredo, presidente da autarquia e Aristides de Sousa, da Direção de Serviços da Região do Norte (DSRN), enalteceram a função das bibliotecas escolares, bem como a importância da aquisição de hábitos de leitura, dada a sua transversalidade a todas as aprendizagens. Para além destas considerações, Elizabete Carvalho, coordenadora interconcelhia, reforçou ainda a importância das parcerias e trabalho colaborativo entre todos os intervenientes no projeto das bibliotecas escolares.

Teresa Cardoso, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, sublinhou a importância da literacia estatística em contexto escolar e apresentou resultados do projeto PORDATA, entre outros, enquanto instrumentos de apoio ao desenvolvimento das literacias.

Por sua vez, Fernando Pinto do Amaral, comissário do PNL, partiu dos valores da leitura, da educação e da cidadania para chegar à importância do saber questionar o mundo e desenvolver o espírito crítico dos jovens.

Elsa Conde e Isabel Mendinhos, da RBE, terminaram o ciclo da manhã com a apresentação do Referencial “Aprender com a Biblioteca Escolar” que constitui um programa orientador e estruturante das literacias fundamentais a desenvolver em contexto das BE e nas escolas em geral.

À tarde, professores bibliotecários e outros docentes, dos concelhos envolvidos apresentaram as boas práticas concretizadas ao longo do ano, no âmbito da aplicação do referencial Aprender com a Biblioteca Escolar, bem como os rumos a seguir na promoção das literacias, dos concelhos de Entre Douro e Vouga.

 

Ao longo do encontro foram apresentados alguns momentos de animação protagonizados por alunos dos três agrupamentos de escolas da cidade, dos 3 aos 18 anos que emocionaram os presentes pela sua competência em dizer e cantar poesia, tocar ou contar histórias.

Homenagem a Teresa Calçada

A terminar o encontro, Teresa Calçada, mentora da criação da Rede de Bibliotecas Escolares, durante mais de duas décadas, foi homenageada pelo trabalho desenvolvido na implementação da RBE, bem como pelo seu contributo essencial na formação de leitores em Portugal.

A homenagem iniciou com Pedra Filosofal, de Gedeão e Chuva, de Jorge Fernando, pelos Unknown, emocionando até às lágrimas este momento que já se adivinhava difícil.

Teresa Azevedo, diretora da Biblioteca Municipal de São João da Madeira, ofereceu à homenageada, entre outros, o livro Unhas Negras de João da Silva Correia, numa edição especial da autarquia, à qual se seguiram inúmeras ofertas dos restantes concelhos representados, bem como dos professores bibliotecários.

No seu discurso final, Teresa Calçada, emocionada, agradeceu a todos o empenho e excelentes resultados obtidos na construção da rede nacional, afirmando que continuará a apoiar o projeto incondicionalmente.

Carla Almeida/Luísa Correia

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
  
10
Junho
2014

Feira de Banda Desenhada

A Exposição do Projeto Educativo Municipal "Narrativas Gráficas (BD)” e  Feira de Banda Desenhada, organizada pela Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares, decorreu de 26 a 30 de maio, na Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior.

Os trabalhos produzidos pelas escolas participantes estiveram expostos mas também foram exibidos no seu formato digital no espaço  da feira de banda de desenha, visitada por alunos de todas as escolas que, apesar das ameaças de chuva, conseguiram deslocar-se à Oliveira Júnior.

Durante a visita  à exposição, os mais pequeninos realizaram  atividades à volta da  BD e viram com entusiasmo  os trabalhos projetados.

A iniciativa contou com a colaboração dos professores bibliotecários, bem como de Sofia Neto, na produção do cartaz e marcadores de livros, e de Carla Coelho, na decoração do espaço.

Pelo grande interesse demonstrado, esta iniciativa manter-se-á no plano de atividades da rede de bibliotecas concelhia e passará por todas as escolas que a queiram receber.

Este ano letivo, a rede de bibliotecas escolares de São João da Madeira também integrou o projeto “Leitura em Cartaz!“ no PEM que, tal como o da BD, visa promover a leitura,  diversificando os géneros e suportes, nunca perdendo de vista a formação de leitores.

Carla Almeida / Luísa Correia

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
  
10
Junho
2014

Concurso Nacional de Leitura em Oliveira do Bairro

2 de maio de 2014.
Chegara o dia do Concurso Nacional de Leitura a realizar em Oliveira do Bairro. Éramos quatro, as alunas participantes, sendo duas do ensino básico e duas do secundário.
O dia acordara soalheiro e, às 8h e 30m, sorridentes e esperançadas no sucesso, de livros na mão para uma última leitura, lá partimos rumo ao Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, onde se desenrolaria toda a atividade inerente à segunda fase deste Concurso.
Quando lá chegamos, ainda faltava 1h e 30m para o começo, mas como o espaço era bonito e acolhedor, eis que se bateram as primeiras fotos. Percorremos o lugar e, diante dos nossos olhos, surgem vários figurantes dando vida a autores portugueses como Florbela Espanca, Fernando Pessoa, Eça de Queirós, entre outros.
Havia alunos de todo o distrito de Aveiro e o convívio foi muito interessante. Por volta das 10h e 45m lá entramos para o auditório. Meu Deus, tanta gente! Eram cerca de 300 jovens, pertencentes a níveis de escolaridade diferentes, que iam do 7º ao 12º ano. A prova teve uma duração de 45 minutos e foi constituída por vinte questões incidentes sobre as obras «A Mãe que chovia» de José Luís Peixoto e «O Senhor Valéry» de Gonçalo M. Tavares, isto para o básico. Havia ainda uma questão de desenvolvimento sobre a nossa preferência relativamente aos livros em análise.
Entretanto, os docentes que nos acompanharam, participaram numa visita guiada ao Museu Etnográfico de Oliveira do Bairro.
No final da primeira parte, houve um almoço que consideramos muito bom, variado e com boas iguarias.    Foi um bom momento de convívio!
Às 15h e 30m voltamos para o interior do auditório e aí foram anunciados os vencedores da prova escrita do secundário e a realização da prova oral. Posteriormente o mesmo aconteceu com o terceiro ciclo.
Apesar de não termos chegado à final, todos regressamos mais ricos, mais cientes das tarefas a desenvolver neste tipo de concurso, tendo assistido a bons exemplos para o futuro e sobretudo com uma enorme vontade de voltar a concorrer.
Foi um dia empolgante e muito divertido para todos.
Leonor Gandra

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
  
22
Maio
2014

Feira de Banda Desenhada

A Rede de Bibliotecas Escolares de São João da Madeira convida toda a comunidade  a visitar a exposição de Banda Desenhada resultante dos trabalhos produzidos no âmbito do Projeto Educativo Municipal.

Em simultâneo decorrerá a Feira de Banda Desenhada que vai decorrer de 26 a 30 de maio, na Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior.

Visitem-nos!

 

 

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
  

Pág. 9 de 28