+ - =
Biblioteca Oliveira Júnior

Novela Gráfica da Levoir

Neste início de ano letivo, a biblioteca recomenda...

Biblioteca Digital

10
Outubro
2014

Lugares de Infinito

Lugares de Infinito . Fotografia

Rui Apolinário expõe “Lugares de Infinito”, recolha fotográfica, na Biblioteca da Escola Oliveira Júnior, até 31 de outubro, no âmbito do Mês Internacional da Biblioteca Escolar.

 

O autor estará na escola, com os alunos do Curso Profissional de Fotografia, no dia 24, para conversar sobre os “lugares do Infinito” que são as livrarias, neste caso concreto a centenária Livraria Sá da Costa, do Chiado e a Livraria Chaminé da Mota, da rua das Flores do Porto.

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
  
  
04
Setembro
2014

Leituras em dia

A iniciar o novo ano letivo, sugerimos algumas novidades editoriais para públicos diferenciados...

 

 

Requisita na biblioteca!

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
  
12
Julho
2014

Bibliotec@as & Liter@ci@s - Formar para o século XXI

Encontro Interconcelhio de Bibliotecas Escolares de Entre Douro e Vouga

O encontro anual Interconcelhio de Bibliotecas Escolares de Entre Douro e Vouga (EDV) realizou-se em S. joão da Madeira, numa organização conjunta da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), autarquia e Biblioteca Municipal, envolvendo agrupamentos de escolas e professores bibliotecários sãojoanenses, coordenada por Elisabete Carvalho, para debater a importância da literacia da leitura na formação de jovens mais proficientes para enfrentar os desafios do mundo de hoje.

Participaram neste encontro, responsáveis pelas bibliotecas e direções escolares, bibliotecas municipais dos municípios de Arouca, Vale de Cambra, S. João da Madeira, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira e Espinho, entre outros elementos  da comunidade educativa.

Na sessão de abertura, Ricardo Figueiredo, presidente da autarquia e Aristides de Sousa, da Direção de Serviços da Região do Norte (DSRN), enalteceram a função das bibliotecas escolares, bem como a importância da aquisição de hábitos de leitura, dada a sua transversalidade a todas as aprendizagens. Para além destas considerações, Elizabete Carvalho, coordenadora interconcelhia, reforçou ainda a importância das parcerias e trabalho colaborativo entre todos os intervenientes no projeto das bibliotecas escolares.

Teresa Cardoso, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, sublinhou a importância da literacia estatística em contexto escolar e apresentou resultados do projeto PORDATA, entre outros, enquanto instrumentos de apoio ao desenvolvimento das literacias.

Por sua vez, Fernando Pinto do Amaral, comissário do PNL, partiu dos valores da leitura, da educação e da cidadania para chegar à importância do saber questionar o mundo e desenvolver o espírito crítico dos jovens.

Elsa Conde e Isabel Mendinhos, da RBE, terminaram o ciclo da manhã com a apresentação do Referencial “Aprender com a Biblioteca Escolar” que constitui um programa orientador e estruturante das literacias fundamentais a desenvolver em contexto das BE e nas escolas em geral.

À tarde, professores bibliotecários e outros docentes, dos concelhos envolvidos apresentaram as boas práticas concretizadas ao longo do ano, no âmbito da aplicação do referencial Aprender com a Biblioteca Escolar, bem como os rumos a seguir na promoção das literacias, dos concelhos de Entre Douro e Vouga.

 

Ao longo do encontro foram apresentados alguns momentos de animação protagonizados por alunos dos três agrupamentos de escolas da cidade, dos 3 aos 18 anos que emocionaram os presentes pela sua competência em dizer e cantar poesia, tocar ou contar histórias.

Homenagem a Teresa Calçada

A terminar o encontro, Teresa Calçada, mentora da criação da Rede de Bibliotecas Escolares, durante mais de duas décadas, foi homenageada pelo trabalho desenvolvido na implementação da RBE, bem como pelo seu contributo essencial na formação de leitores em Portugal.

A homenagem iniciou com Pedra Filosofal, de Gedeão e Chuva, de Jorge Fernando, pelos Unknown, emocionando até às lágrimas este momento que já se adivinhava difícil.

Teresa Azevedo, diretora da Biblioteca Municipal de São João da Madeira, ofereceu à homenageada, entre outros, o livro Unhas Negras de João da Silva Correia, numa edição especial da autarquia, à qual se seguiram inúmeras ofertas dos restantes concelhos representados, bem como dos professores bibliotecários.

No seu discurso final, Teresa Calçada, emocionada, agradeceu a todos o empenho e excelentes resultados obtidos na construção da rede nacional, afirmando que continuará a apoiar o projeto incondicionalmente.

Carla Almeida/Luísa Correia

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
  

Pág. 10 de 30